Travesti que matou empresário diz que apenas se defendeu: “nunca quis prejudicar a vida de ninguém” – Jornal de Colombo

Travesti que matou empresário diz que apenas se defendeu: “nunca quis prejudicar a vida de ninguém”

Travesti que matou empresário diz que apenas se defendeu: “nunca quis prejudicar a vida de ninguém”

A travesti acusada de matar o consultor de moda Walter Luiz Mariano Machado, 41 anos, prestou depoimento à polícia, em Curitiba. A Thays Rocha Leite, 27 anos, está foragida e confessou o crime na última sexta-feira (3) quando se apresentou na sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os policiais acreditavam que

A travesti acusada de matar o consultor de moda Walter Luiz Mariano Machado, 41 anos, prestou depoimento à polícia, em Curitiba. A Thays Rocha Leite, 27 anos, está foragida e confessou o crime na última sexta-feira (3) quando se apresentou na sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os policiais acreditavam que havia contradições no depoimento de Thays.

Para a polícia, Thays disse que cometeu o crime para se defender e falou que estava no local apenas trabalhando. “A gente sofre muito preconceito, as pessoas nunca são a favor da gente, nem nos locais públicos, nem no comércio. Eu estava ali só trabalhando e foi uma vida que se foi. Eu lamento muito. Nunca tive a intenção de prejudicar a vida de ninguém”, diz.

A acusada revelou que costumava andar com uma faca, pois já havia sido agredida. Neste momento, ela conta que dois moradores de rua passaram perto do veículo e furtaram algum item pessoal de Walter. Thays diz que aproveitou o momento para sair do carro e pegou carona com um motorista de aplicativo que passava pelo local.

“Depois eu não lembro mais, não sei o que aconteceu”, conta

Kainan
EDITOR
PROFILE

Posts